segunda-feira, 20 de outubro de 2008

Paradoxo de Deus

Desde o domingo anterior a nossa ida para Caldas Novas/GO, decidi reler os evangelhos nas reuniões de domingo. Escolhi o evangelho de Marcos, por ter sido o primeiro escrito e por ser este destinado aos gentios.
Em nossos dias, Marcos estaria escrevendo exatamente para nós.

No primeiro domingo lemos: Mc 1:1-8, falando da Boa-Nova anunciada por João Batista que é para cada um de nós, individualmente.
Boa-Nova que deve tratar nossa vida, nosso interior e não servir de desculpa para apontar o erro dos outros, oferecendo uma Boa-Nova que nem para nossa própria vida tem servido.

Já, neste último domingo lemos Mc 1:9-11 que fala do Batismo de Jesus.
Pouca evolução uns pensariam..mas a idéia é ler com calma e esmiuçando tudo mesmo.

Influenciado por Caldas Novas/GO, começo te dizendo que para Deus não importa de onde você vem, qual é a tua história, se ela é feia ou não, se é de boa fama ou não, o que fica bem claro quando o texto cita que Jesus veio de Nazaré, cidade muito mal vista pelos judeus.

Deus não se importa com o que você apresenta exteriormente, quantos bens você tem, muito menos qual é o valor da tua conta bancária. Desceu sobre Jesus, o Espírito, em forma de pomba. O animal de pouca significância e valor para oferecer sacrifícios no templo.

Não importa! Nada importa! O que importa é o seu coração!

Porque apesar de toda a sua história, Deus se alegra com a sua vida. Você é um dos seus filhos queridos.
INDIQUE O BLOG DA ESTAÇÃO CAMPO GRANDE