quinta-feira, 20 de setembro de 2007

Conhece-te a ti mesmo

Espelho Mágico
(Clarice Lispector - 1960)

Não é só o espelho da madrasta da Branca de Neve que é mágico. A verdade é que todo espelho tem a mesma magia. Lembram-se da madrasta ruim? Ela pegava no espelho - provavelmente espelhinho de bolsa - e perguntava:
- Quem é mais bela do que eu?
E o espelho respondia. Como qualquer espelho. Não desanime pelo fato de qualquer espelho responder. As respostas não são ruins, são informativas. E de você mesma depende o uso das informações.
Só que a pergunta da rainha não cabe. E nem importa. Você não há de perguntar "quem é mais bela do que eu". O melhor é perguntar ao espelho: "Como posso ficar mais bela do que eu?”.
Eis os ingredientes para um espelho mágico:
1) um espelho propriamente dito, de preferência daqueles que cabe o corpo inteiro;
2) você mesma diante do espelho;
3) coragem.
Só porque falei em coragem, aposto que você está se preparando para a idéia de descobrir alguma coisa amedrontadora. Não é isso. Coragem para se ver, em vez de se imaginar. Só depois de se enxergar realmente, é que você poderá começar a se imaginar. E, sem mesmo sentir, começará algum plano cujo objetivo secreto é o de atingir o que você imaginou.
Mas lembre-se: a imaginação só serve quando baseada na realidade. Seu "material de trabalho" é a realidade a respeito de você mesma.
Não vou lhe dizer o que você deve fazer para melhorar de aparência. Não tenho a pretensão de ensinar peixe a nadar. E só uma coisa é que você não sabe: que você sabe nadar. Quero dizer, se você tiver confiança em você mesma, descobrirá que sabe muito mais do que pensa. Mas, de qualquer modo, estarei por aqui para ajudar você a não esquecer que sabe.


Agora é a hora. Chega de máscaras e hipocrisias. Vamos nos olhar no espelho até vermos todos os detalhes do nosso caráter e assumirmos quem realmente somos perante Deus. Nem mais nem menos do que o nosso semelhante, capaz dos mesmos erros, feitos da mesma matéria.
O arrependimento que produz vida tem sua base no auto-conhecimento. Exercício diário que devemos praticar diante do espelho da nossa alma para então podermos perguntar " Como posso ser mais bela do eu?".
O nosso olhar deve estar em nós mesmos para revisarmos nossos atos continuamente. O nosso olhar sobre os outros para "revisar" atos de outros em nada modifica nosso caráter, ao contrário, petrifica nossos corações e produz seres distorcidos e cheios de si, de uma imagem alegórica de alguém perfeito.
O convite é: conhece-te a ti mesmo.

INDIQUE O BLOG DA ESTAÇÃO CAMPO GRANDE