quarta-feira, 16 de janeiro de 2008

A Fé e o Amor nos salvam das ilusões mentais

No filme “Uma Mente Brilhante” (“A Beatiful Mind”) sobre a vida do Matemático Americano John Forbes Nash, Russell Crowe interpreta o papel de um homem acometido por esquizofrenia, e que apenas sobreviveu em condições mínimas de trabalho e produtividade em razão de ter confiado no amor de sua mulher Alcia Nash.
Na entrega do “Oscar” ambos aparecem juntos conforme mostra o link abaixo:

http://video.aol.com/video-detail/john-e-alcia-nesh-ah-e-e-o-nobel/455168281

Entretanto, o que me leva a evocar a memória do filme (2001) é o fato simples e poderoso que ele apresenta: a mente precisa de aferidores externos a fim de encontrar sua saúde e equilíbrio.


Leia mais Aqui
INDIQUE O BLOG DA ESTAÇÃO CAMPO GRANDE